PHOTO-2021-05-16-18-53-45.jpg

ELÉTRONS

O ANTI-INFLAMATÓRIO ORIGINAL

Usando linguagem popular, a inflamação em grande parte se dá pela falta de elétrons em nosso organismo. Ela é causada por patógenos, células danificadas e células irritantes.

A inflamação é um processo de cura, da doença ou da lesão através da resposta inflamatória, onde causa inchaço, dor, calor e vermelhidão.

Os radicais livres (carga positiva+) necessitam de elétrons (carga negativa-) para se tornarem estáveis, pois em sua última camada celular eles têm um elétron faltando. Eles conseguem os elétrons que faltam nos patógenos e nos tecidos danificados, isso mata o que é nocivo e também decompõe as células danificadas para posterior remoção. Quando isso vai terminando, o excesso de radicais livres é neutralizado por antioxidantes ou elétrons livres no corpo. Portando, elétrons livres são importantes no organismo tanto de seres humanos quanto de outros seres vivos.

 

No estilo de vida atual, as pessoas sofrem de deficiência de elétrons. Não há elétrons livres suficientes disponíveis para satisfazer os radicais livres que estão sempre em fúria, literalmente. A Terra é fonte natural desses elétrons livres que tanto necessitamos. Precisamos praticar Aterramento urgente! 

 

As inflamações podem ser agudas (mais simples) e crônicas, com resposta auto imune do corpo. Em ambas, o Aterramento faz grande diferença no processo de cura. A infusão de elétrons ajuda o corpo a se manter saudável, se recuperar de doenças ou, se uma doença estiver muito avançada, pelo menos aliviar a dor de maneira substancial.

 

Atualmente, muitos de nós temos o sistema imunológico em situação questionável, sobrecarregado principalmente por dieta pobre, poluição do ar, obesidade, sedentarismo e por vivermos em casas esterilizadas. A conexão perdida com o fluxo natural da energia elétrica da superfície do planeta e a deficiência de elétrons em nosso corpo geram muitas doenças autoimunes devido às inflamações crônicas.

Mais desconexão, mais doenças!

 

Se a inflamação é o Santo Graal da Medicina, a conexão com a Mãe Terra é o Santo Graal da inflamação!

COVID-19

BENEFÍCIOS DO ATERRAMENTO NESTA PANDEMIA.

1. O aterramento diminui a inflamação de todo o corpo.

Em um estudo publicado em 2009 no Jornal de Medicina Alternativa e Complementar, os pesquisadores descobriram que indivíduos aterrados tiveram reduções estatisticamente significativas nos marcadores sanguíneos de inflamação, bem como contagens de leucócitos, neutrofilos e linfocitos reduzidos, em comparação com indivíduos não aterrados.

Além disso, as diminuições da inflamação como resultado do aterramento são bem documentadas usando imagens de termografia médica neste estudo.

Uma visão geral de como o aterramento diminui a inflamação de todo o corpo foi publicada em junho de 2014 no Journal of Inflammation Research. 

Em abril de 2011, um estudo publicado no Journal of Alternative and Complimentary Medicine descobriu que o aterramento aumentou a resposta imunológica após a vacinação, o que pode ser de interesse, visto que cientistas de todo o mundo estão tentando desenvolver múltiplas vacinas contra o coronavírus. O aterramento pode ser um complemento importante para as vacinações, aumentando a eficácia das futuras terapias de imunização contra o Covid-19.

 

2. O aterramento diminui as citocinas.

Neste importante estudo, publicado em janeiro de 2019 na Frontiers in Physiology, os pesquisadores descobriram que citocinas como IP-10, MIP-1α e sP-Selectina diminuíram em indivíduos aterrados, em comparação com os não aterrados. A queda média induzida pelo aterramento de um paciente foi uma queda de 10 a 20% na concentração de citocinas.

Na verdade, neste exato minuto os  médicos estão testando drogas que diminuem as citocinas (visando o interferon da citocina) para uso como um possível tratamento para infecções graves de Covid-19.

3. O aterramento melhora a função pulmonar e estabiliza a oxigenação do sangue.

Neste estudo, publicado em 2010 no Journal of Alternative and Complimentary Medicine, os pesquisadores mostraram que o aterramento por apenas 40 minutos aumentou a taxa respiratória e estabilizou a oxigenação do sangue.

Este estudo, publicado em 2011 na Integrative Medicine, mostra que o Aterramento é capaz de aumentar o tônus vagal e impactar diretamente a função do sistema nervoso autônomo, o que tem impacto direto na função pulmonar. O nervo vagal não afeta apenas a perfusão e a secreção das vias aéreas, mas também afeta diretamente o padrão respiratório e até a inflamação pulmonar.

O aterramento pode ser a terapia holística mais fácil para apoiar diretamente a função pulmonar e a oxigenação do sangue que conhecemos.

Na verdade, este estudo, publicado em 2017 na Neonatologia, descobriu que o aterramento de bebês prematuros na UTIN aumentou seu tônus vagal em quase 70%. Se o aterramento pode apoiar a função do sistema nervoso autônomo de bebês de alto risco na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal, é provável que o aterramento possa ter um efeito de suporte semelhante em adultos na UTI que poderiam se beneficiar de um aumento em sua função autonômica também.

 

4. O aterramento aumenta a circulação.

Este estudo, publicado em agosto de 2015 na Health, foi um estudo duplo-cego com placebo que mostrou evidências claras de um aumento dramático na circulação por todo o corpo após apenas uma hora de aterramento.

Publicado em 2014 no Journal of Cosmetics, Dermatological Sciences and Applications, os  pesquisadores mostraram que o aterramento através das solas dos pés aumentou a circulação sanguínea em todos os tecidos da pele facial, sugerindo que os efeitos positivos do aumento da circulação estão disponíveis mesmo em locais distantes do corpo que está longe do ponto de contato de aterramento.

É provável que o aterramento aumente o fluxo sanguíneo por todo o corpo, melhorando a velocidade do sangue e diminuindo a agregação de glóbulos vermelhos, conforme descrito a seguir. Além disso, publicado em 2018 na Alternative Therapies, o aterramento normalizou a pressão arterial elevada, com uma redução média de 14% nas medidas de pressão arterial elevada.

5. O aterramento diminui o risco de coágulos sanguíneos.

Este estudo médico muito importante, publicado em 2013 no Journal of Alternative and Complimentary Medicine, mostra que o aterramento por apenas 2 horas reduziu significativamente o risco de coagulação, diminuindo o potencial zeta nos glóbulos vermelhos e fazendo-os fluir através do sistema circulatório ou do corpo mais suavemente.

O potencial zeta dos glóbulos vermelhos aumentou, em média, 270%. Isso, por sua vez, aumentou a velocidade média do sangue dos pacientes em 260%.

Além disso, o aterramento diminuiu significativamente a agregação de glóbulos vermelhos, diminuindo drasticamente o número de glóbulos vermelhos que se agrupavam em grupos de 4 ou mais pela metade. Isso sugere que o risco de desenvolver um coágulo sangüíneo grave pode diminuir drasticamente com as práticas de aterramento de rotina.

6. O aterramento diminui o estresse no corpo.

Neste estudo, publicado em 2004 no Journal of Alternative and Complimentary Medicine, os indivíduos que dormiram aterrados tiveram uma normalização completa de seus padrões de cortisol, sugerindo uma recuperação profunda do estresse.

Este estudo, publicado em 2006 na European Biology and Bioelectricmagnetics monitorou as ondas cerebrais do paciente no EEG e observou uma mudança imediata do sistema nervoso central após o aterramento.

E este artigo, publicado em 2011 na Medical Hypotheses, observou que estudos de EEG em assuntos aterrados sugerem que o aterramento influencia significativamente a atividade elétrica do cérebro.

7. O aterramento melhora o sono, que por sua vez melhora a função do sistema imunológico.

Esses mesmos pacientes do estudo do sono acima tiveram uma melhora tão dramática em seu sono que este melhorou ou se normalizou completamente, e eles subjetivamente sentiram menos estresse e experimentaram menos dor depois de aterrados.

Otimizar o sono é extremamente importante, especialmente durante pandemias ou outros momentos de maior exposição a infecções, porque o sono está direta e intimamente ligado ao nosso sistema imunológico.

Este fantástico estudo médico em gêmeos idênticos (publicado em 2017 no Sleep) mostrou claramente que o gêmeo com diminuição do sono tinha função imunológica deprimida em comparação com seu irmão gêmeo que tinha tempos de sono mais longos.

Por quê? O sono parece aumentar a memória do sistema imunológico e melhora a resposta das células T do nosso sistema imunológico. 

8. O aterramento ao ar livre aumenta a ventilação.

Este estudo incrível, publicado em 2009 no American Journal of Public Health,  mostrou que os hospitais ao ar livre que tratavam de pacientes durante a pandemia de 1918, na verdade, tinham taxas de mortalidade mais baixas do que os tradicionais, citando ar fresco, luz solar direta e uso de máscaras respiratórias.

Respirar e respirar novamente o mesmo ar recirculado interno é uma má ideia. Principalmente se você divide sua casa com outra pessoa, ou se você mora em um apartamento ou unidade multifamiliar com ar condicionado central.

Esta revisão da literatura médica, publicada em 2013 no Journal of Hospital Infection,  sugere que as infecções detectadas em ambientes fechados são um dos principais contribuintes para as taxas de morbidade e mortalidade em todo o mundo e exorta a medicina a considerar a otimização da luz solar e da ventilação ao projetar a arquitetura para instalações de saúde, como hospitais e clínicas.

9. O aterramento ao ar livre sob a luz do sol diminui as exposições virais.

Você sabia que a luz solar é diretamente germicida?

Este estudo médico (publicado recentemente em 2020 no Journal of Infectious Disease) descobriu que a exposição à luz solar diminuiu a sobrevivência do vírus da gripe em aerossol em 93%, diminuindo o tempo de vida viral de 32 minutos (sem exposição à luz solar) para 2,4 minutos em plena luz do sol.

E este estudo, publicado em 2004 no Journal of Virological Methods, mostra que a luz ultravioleta desativa o coronavírus.

Na verdade, a luz ultravioleta é tão útil na redução da transmissão de doenças virais que o New York Transit System está usando a luz ultravioleta para desinfetar seus veículos de transporte público. 

10. O aterramento externo aumenta naturalmente os níveis de Vit D.

Há muito sabemos que a vitamina D apoia diretamente a função imunológica, por meio de uma complexa sinalização metabólica para as células imunológicas , efeitos  antiinflamatórios e modulação da resposta das citocinas.

É tão benéfico para a função imunológica que a suplementação de vitamina D demonstrou prevenir diretamente infecções do trato respiratório. 

Muitos cientistas acreditam que os níveis sanguíneos de vitamina D são um fator importante na morbidade e mortalidade de Covid-19. 

A vitamina D é tão promissora como terapia que existem 20 ensaios clínicos em andamento usando a suplementação de vitamina D no tratamento de Covid-19 em pacientes neste exato minuto.

dor de cabeça

ELETRO
SENSIBILIDADE

VOCÊ É ELETROSENSÍVEL?

NESSE CASO CHEGOU AO LUGAR CERTO.

Obter alívio é tão simples quanto entender o quão altamente condutor é o corpo humano e como proteger e nutrir essa condutividade requintada, afinal, sua saúde condutiva é seu maior aliado na cura e manutenção de um bem-estar robusto por toda a vida.

O Aterramento tem sido consistentemente mostrado na literatura médica para aumentar a capacidade de cura do corpo e é uma das nossas recomendações favoritas de cura.

Conectar-se à Mãe Terra é a forma mais natural de cura que existe, mas com a agitação rápida e persistente da sociedade moderna na criação de campos eletromagnéticos cada vez mais fortes que afetam a capacidade de funcionamento do nosso corpo, queremos ter certeza de que nossa conexão com a Mãe Terra permaneça o mais segura possível, porque mesmo com o declínio de nosso meio ambiente, devemos encontrar maneiras de preservar nossa conexão saudável com a Mãe Terra.

No mundo incrivelmente elétrico de hoje, um mundo repleto de camadas e mais camadas de campos eletromagnéticos, não podemos mais nos dar ao luxo de não criticar o impacto que isso tem no corpo humano.

Como você sabe, agora está bem estabelecido que muitas pessoas são sensíveis aos campos eletromagnéticos (CEMs) e relatam efeitos deletérios à saúde em números cada vez maiores.

 

Nesta página, vamos explicar por que os CEMs artificiais são um problema e dar-lhe várias maneiras de diminuir essas exposições em sua própria casa.

As exposições aos CEM estão causando problemas cada vez maiores de saúde, mas a exposição a fontes naturais de CEM (a frequência de Schumann, da Mãe Terra) é um componente absolutamente crucial para manter a saúde a longo prazo em tecidos vivos. A razão pela qual os CEMs artificiais feitos pelo homem e os CEM naturais produzidos na Mãe Terra afetam tanto nossa saúde é que cada célula do seu corpo, cada fluido do seu corpo, cada membrana celular do seu corpo, cada sistema orgânico do seu corpo, cada centímetro da cabeça aos pés (exceto seu cabelo!) é condutor.

A condutividade é a base de como nosso corpo funciona.

Tudo, desde os seus pensamentos aos seus sentimentos, às suas experiências sensoriais, aos seus batimentos cardíacos, à sua respiração, à sua fala, à sua digestão, a cada movimento que você já fez, só é possível porque você é condutor.

Portanto, enquanto os CEMs naturais da Mãe Terra o acalmam e curam, banhando seu corpo condutor em campos de energia de apoio, os CEMs produzidos pelo homem o perturbam e adoecem, impondo artificialmente campos de radiação disruptiva polarizados ao seu redor.

Precisamos da energia da Mãe Terra para sermos saudáveis, enquanto os campos elétricos feitos pelo homem nos deixam doentes.

 A solução é simples, reduza a exposição a ambientes elétricos construídos pelo homem em sua casa e no espaço de trabalho e aumente a exposição aos campos de energia naturais da Mãe Terra por meio do Aterramento.

Vamos compartilhar uma visão geral rápida sobre algumas das preocupações que você deve conhecer e, em seguida, dar-lhe uma grande lista de recursos sobre coisas práticas que você pode fazer para diminuir as exposições tóxicas causadas pelo homem a CEM e aumentar as exposições naturais saudáveis ​​à energia da Mãe Terra.

Vamos começar com 5G.

A boa notícia sobre a frequência extremamente alta da radiação do telefone celular 5G (a faixa de 24 GHz a 52 GHz) é que ela não penetra no corpo além da pele. O comprimento de onda desse tipo de radiação é tão curta que tem um potencial de penetração muito baixa, atingindo apenas a pele.

Estudos médicos mostram que este comprimento de onda penetra na pele em qualquer lugar de 0,4 mm (medidas conservadoras) a 0,75 mm (medidas mais altas). Um  artigo de revisão abrangente apresentado na Conferência Internacional de Comunicações em junho de 2015 mostra  que acima de 20 GHz, a profundidade de penetração é muito rasa.

Na verdade, qualquer coisa acima de 10 GHz não pode ultrapassar sua derme. É por isso que esta revisão médica, publicada em 2015 , relata que, embora o EHS inclua sintomas sistêmicos, a resposta inflamatória está na verdade na pele, com biópsias de pele revelando matocitose.

Então, por que as pessoas com EHS apresentam sintomas sistêmicos?

Porque uma exposição à profundidade da pele ainda é uma exposição maciça de todo o corpo, já que a penetração da radiação na pele é suficiente para afetar, por sua vez, todos os sistemas orgânicos do corpo. Embora a pele impeça que frequências super altas penetrem mais profundamente no corpo, se a pele for afetada, todos os órgãos do corpo serão afetados.

Sua pele é o maior órgão do seu corpo. Ele pesa cerca de 3,6 kg e tem cerca de 2 metros quadrados. A sua pele representa e protege todos os órgãos do seu corpo.

A pele tem terminações nervosas que vão diretamente para o cérebro, é por isso que você pode sentir formigamento ou dor se tiver EHS, e por que você pode desenvolver uma dor de cabeça ou enxaqueca desencadeada após exposições à radiação. É por isso que seu cérebro pode ficar superestimulado enquanto você está fora de casa em meio a todos os sinais de celular e WiFi durante todo o dia, e por que você pode sentir fibromialgia ou outros estados de dor intensos após exposições prolongadas.

Sua pele possui vasos sanguíneos que percorrem toda a derme e epiderme, chamados capilares, que trazem mastócitos, macrófagos, hemácias, células do sistema imunológico e outras células (mais o plasma do sangue) até a pele para serem irradiados por 5G e outras fontes de radiação. Essas células sanguíneas e células imunológicas irradiadas voltam para o coração, circulam para todos os outros sistemas orgânicos do corpo e você pode sentir náuseas, enrubescer, ter batimentos cardíacos acelerados e ou respiração rápida e superficial.

Algumas pessoas ficam com muito calor e tonturas porque essa radiação corre por toda a pele e expõe todos os nervos e o sangue a essa radiação enquanto ela está sendo neutralizada na pele.

Seu sistema linfático também flui pela pele. Na verdade, existem mais células T (um linfócito que tem função imunológica) em sua pele do que em toda a sua corrente sanguínea. Portanto, o sistema imunológico e o sistema linfático estão ambos expostos a essa radiação 5G (e outras fontes de radiação) o dia todo, embora o 5G não seja tecnicamente absorvido pela pele.

Portanto, com exposições crônicas, seu sistema imunológico fica estressado e você pode pegar resfriados e doenças com mais frequência, sentir-se esgotado ou inchado, estagnado e cansado. Com o tempo, seu sistema imunológico estressado pode dar origem a doenças autoimunes mais frequentes e até cânceres.

Até mesmo os músculos estão representados em sua pele, já que existem músculos eretores do pili que fazem seus pelos se arrepiarem, então, literalmente, todos os principais sistemas de órgãos em seu corpo são representados pela pele, seu cérebro, seu sistema circulatório, seu sistema linfático, seu sistema imunológico , e seus músculos. É por isso que você pode ter sintomas de corpo inteiro com exposições prolongadas de 5G, mesmo nas frequências de banda de 24+ Hz, mesmo que essa radiação nunca penetre mais fundo do que, no máximo, 0,75 mm de seu corpo.

Então, agora existem algumas soluções:

Queremos lidar com essa poluição elétrica cada vez maior, ambiental e de fundo, à qual estamos expostos todos os dias, protegendo-nos dela. E aqui está a boa notícia, nós podemos.

Ao empregar essas estratégias, você pode diminuir drasticamente suas exposições aos CEMs artificiais e aumentar suas exposições aos CEMs terrestres de cura, protegendo drasticamente sua saúde condutiva e aumentando seu bem-estar.

É simples, basta executar essas estratégias, nesta ordem:

 

1.   Remova as  exposições aos CEM feitas pelo homem, se possível.

 

2.   Reduzir as exposições aos CEM feitas pelo homem que não podem ser removidas.

3.   Escudo de exposições aos CEM feitas pelo homem que não podem ser removidas ou reduzidas.

 

4.   Conecte- se à Mãe Terra para obter a sua dose diária de frequências boas, saudáveis ​​e naturais.

 

5.   Aumente  a resiliência do corpo de outras maneiras.

 

Deixem nos guiá-lo:

 

1. Remova

Passe por sua sala de estar e de trabalho para ver quais exposições aos CEM feitas pelo homem podem simplesmente remover. Remover uma fonte de radiação artificial é melhor do que protegê-la todos os dias da semana.

Aqui estão algumas ideias para considerar:

  • Coloque seu celular no modo avião quando estiver carregando-o no corpo ou no bolso ou na bolsa para desativá-lo totalmente como fonte de radiação.

  • Diminua a quantidade de outras exposições à radiação em sua casa, sistemas de jogos, monitores de bebê, impressoras, sistemas de vigilância doméstica, etc., examine a necessidade absoluta de cada um. Dormir em uma cama familiar é infinitamente preferível a usar monitores de bebê sem fio, por exemplo. Instale apenas sistemas de vigilância doméstica fora de casa ou, se você tiver uma casa com vários níveis, mantenha o monitoramento residencial no primeiro andar e não perto de quaisquer quartos.

  • Use dentro de casa lâmpadas incandescentes em vez de lâmpadas fluorescentes ou LED.

  • Não use cobertores elétricos ou cabeceiras elétricas, não use almofadas de aquecimento elétricas, mude para o uso de bolsas de água quente.

  • Remova os telefones sem fio e volte a usar os telefones com fio antigos, se possível, usando os telefones com fio tradicionais que não têm a base estilo DECT.

  • Remova as fornos micro ondas se possível!

  • Desligue seu Wi-Fi à noite, se puder!

  • Desligue as tomadas elétricas em seu quarto à noite (em vez de simplesmente desligar a luminária de cabeceira, um eletrodoméstico conectado ainda tem CEMs irradiando do cabo perto de sua cabeça a noite toda, mesmo quando está desligado). Desconecte os aparelhos ou use um interruptor de corte para as tomadas em seu quarto. 

  • Use um cabo Ethernet com fio, se puder.

  • Faça da hora do carro um tempo livre para o celular, essa é uma ótima regra para incutir em crianças de todas as idades! Dê a eles o direito supremo de escolher a música que você ouve (sim, mesmo que você odeie a música deles, deixe que a hora do carro seja a hora da música, não a hora da tela!) Reserve um tempo para dirigir apenas pelo rádio (ou tocando playlists de música com o celular no modo avião) e conversando, acredite, quando eles se tornarem adolescentes e começarem a dirigir, você ficará muito feliz por eles não terem acoplado o uso do carro ao telefone celular.

  • Institua noites de jogos familiares semanais que usam jogos de tabuleiro em vez de sistemas eletrônicos de jogos. Sim, existem algumas famílias por aí que ainda jogam jogos de tabuleiro, cartas etc.

  • Certifique-se de que cada pessoa em sua família, crianças e adultos nutram pelo menos uma paixão não eletrônica, de ler livros físicos (de papel!), jogar basquete ao ar livre, pintar, jardinar ou participar de uma aula de Zumba.

 

2. Reduzir

Reduza qualquer exposição que não possa ser desligada ou removida. Reduzir a radiação é mais fácil quando você simplesmente aumenta sua distância da fonte de radiação movendo os itens pulsantes de EMF para fora do quarto, por exemplo.

Aqui estão mais algumas ideias:

  • Se você não conseguir remover ou desligar o roteador WiFi, certifique-se de que o roteador esteja instalado em uma área da casa que seja o mais longe possível de todos os quartos e cubra-o com um protetor de roteador para diminuir a intensidade de sua radiação de saída, mantendo-o ainda funcional.

  • Mova os sistemas de jogos para fora dos quartos, colocando-os em áreas de estar e eliminando-os das áreas de dormir.

  • O mesmo acontece com computadores e telefones celulares, removendo todos os cabos de carregamento de seu quarto, colocando-os apenas em áreas de estar e nunca os carregue ou armazene em áreas de dormir.

  • Use o viva-voz e texto, nunca segure um telefone celular perto da cabeça para falar nele. Segurar o celular com o braço estendido, é infinitamente melhor do que segurá-lo na altura da cabeça.

  • Use laptops e tablets nas mesas, não diretamente no colo.

  • Afaste as áreas principais de estar e dormir cerca de 60 cm dos fios das paredes. Por exemplo, posicione seu sofá no meio da sala em vez de contra a parede, mova a mesa da cozinha para o centro de uma área de refeições em vez de contra a parede e use uma cabeceira para criar distância entre a parede e o travesseiro, 60 cm é o ideal, mas qualquer espaço colocado entre a parede e seu corpo é útil.

 

3. Escudo

Agora que você removeu as fontes de CEMs tanto quanto possível e aumentou sua distância daqueles que não pode remover, você pode ir mais longe para diminuir suas exposições por blindagem.

Já sabemos que é absolutamente possível se proteger da exposição à radiação e torná-la normalizada, pense em como é padrão para todos colocar protetor solar ou usar chapéu e óculos de sol ao sair ao sol. Isso é quase a mesma coisa. Ainda podemos navegar neste mundo de forma saudável, só temos que ser inteligentes e conscientes de saber que existem outras fontes de exposição à radiação além dos raios ultravioleta do sol.

Blindagem funciona. Houve um estudo médico impressionante, publicado em 2017 na Immunologic Research, que acompanhou 64 pacientes com doenças autoimunes (como lúpus e esclerose múltipla) enquanto eles dormiam protegidos com uma capa de dormir de prata sobre suas cabeças, por um total de 8 horas de blindagem em um período de 24 horas. Os resultados? 90% dos pacientes relataram uma diminuição significativa nos sintomas da doença. Embora este estudo médico tenha sido pequeno e precise de estudos de acompanhamento para confirmar, o que tiramos disso é mais uma confirmação de que, quer nos rotulemos como EHS ou não, somos todos seres humanos condutores elétricos que são absolutamente afetados pela radiação ao nosso redor.

Dormir protegidos como esses participantes do estudo fizeram é simples, você coloca uma touca de proteção na cabeça e, em seguida, desliza uma máscara ocular de proteção sobre os olhos , deixando seu nariz e boca totalmente capazes de respirar facilmente enquanto bloqueia a grande maioria das frequências de RF de alcançar seu cérebro. 

Fazer pequenas e simples mudanças como essas que podem reduzir drasticamente suas exposições, por exemplo, se você literalmente colocar seu telefone celular atrás de um escudo protetor enquanto ele está carregando, você diminui mais de 90% da radiação daquela direção. É sempre mais poderoso proteger uma fonte de radiação em vez de proteger seu corpo. Se você puder remover, reduzir ou diminuir diretamente uma fonte de radiação protegendo a própria fonte, é muito melhor do que tentar viver em uma área densa de CEM e proteger apenas o seu corpo.

Ao proteger seu corpo, o segredo é colocar o material de proteção entre você e a fonte de radiação. Portanto, se você tem um laptop ou celular nas mãos ou no colo, vai querer uma proteção entre você e o laptop. Mas se você estiver fora de casa e os campos eletromagnéticos o cercarem de todos os lados (como durante uma viagem ou no trabalho), você vai querer usar roupas de proteção que envolvam 360 graus em torno de seu torso, não apenas de um lado.

 

Aqui estão mais algumas ideias sobre proteção para você considerar:

  • Use uma proteção contra o colo ao usar computadores, lap tops, telefones celulares, tablets, etc., para que seu corpo tenha uma proteção bloqueando materialmente a radiação de uma fonte próxima aos CEMs.

  • Coloque os telefones atrás das proteções de telefone durante o carregamento.

  • Coloque seu laptop em uma capa protetora durante o carregamento ou transporte.

  • Você pode até dormir dentro de um saco de dormir protetor ou entre um cobertor protetor ou uma folha protetora em cima de você e um colchão sob você para criar um casulo de proteção ao seu redor durante toda a noite.

  • Tão importante quanto o que você usa para se proteger é o que você não usa: não use adesivos de proteção, pedras de shunghite e orgonite, conecte em casa e no escritório "moduladores de frequência", contas de faraday, adesivos e chips de proteção, varas de proteção USB falsas elas não só não funcionam, conforme explicado em um artigo de pesquisa publicado em 2019 na Science of the Total Environment, mas também fornecem ao usuário uma falsa confiança e, por causa disso, podem fazer mais mal do que bem.

Todas essas são medidas de proteção super simples que todos podem tomar e, com sorte, se tornarão tão comuns quanto aplicar protetor solar para proteger contra exposições à radiação.

 

4. Terreno

Embora a proteção contra os CEMs sintéticos seja maravilhosamente protetora, a simples remoção das fontes de radiação não nutre e fortalece realmente sua saúde, apenas remove um irritante tóxico. A maneira de impulsionar sua saúde condutiva e aumentar seu bem-estar condutivo e resiliência é por meio do Aterramento.

Aterramento significa tocar a Mãe Terra para obter um impulso diário de exposições saudáveis, calmantes e naturais a os CEM (a Ressonância Schumann, nossos corpos não podem viver sem ela).

Embora parte da criação deste oásis de cura para o seu corpo entre exposições e fatores de estresse seja diminuir a radiação em casa tanto quanto possível, como falamos acima, uma parte igualmente importante é aterrar o corpo para acelerar a cura e aumentar a resiliência.

Quando protegemos nosso corpo dos CEMs feitos pelo homem, também estamos reduzindo nosso acesso a campos elétricos naturais de cura saudáveis, então precisamos ser especialmente bons em buscar intencionalmente uma conexão direta com a Mãe Terra, para infundir nossos corpos com aquela energia de cura que nós precisamos muito.

O Aterramento diário para redefinir a saúde condutiva de seu corpo é ESSENCIAL, não é suficiente simplesmente remover os EMF, você deve substituir essas frequências tóxicas pela frequência natural de cura da Mãe Terra.

 

5. Impulso

Aumente sua saúde de outras maneiras. Sua saúde é multifacetada, então, embora haja exposições aos CEM que você não pode eliminar totalmente, você pode melhorar sua saúde por meio de muitas abordagens diferentes que permitem que você seja resiliente apesar de situações de vida abaixo do ideal.

Ao diminuir suas outras exposições tóxicas, você pode tornar seu corpo mais resistente. Jogando fora todos os seus produtos de limpeza domésticos tóxicos, produtos tóxicos para o corpo, tomando cuidado para consumir produtos orgânicos e alimentos não transgênicos quando você pode, filtrando sua água potável para remover flúor, cloro e outros produtos químicos, tendo um sono reparador profundo agradável e etc, todos fazem a diferença.

Ao focar no que você pode fazer imediatamente para melhorar sua saúde e resiliência com sono de alta qualidade, comida de alta qualidade, água de alta qualidade, ar fresco e exercícios, você se torna internamente mais saudável e mais capaz de suportar ambientes externos estressantes.

Então, quando você se sentir oprimido ou deprimido por todos os sustos de saúde baseados no medo e informações sobre como este mundo inteiro está indo para o caos, concentre-se no que você pode controlar, que é colocar algum tempo e energia para impulsionar seu própria saúde pessoal de outras maneiras:

  • Vá até a despensa, banheiro e lavanderia. Remova alimentos tóxicos, sintéticos e com carga química de sua despensa, produtos tóxicos de cuidados corporais artificiais, produtos de higiene bucal e produtos para cuidados com os cabelos de seus banheiros, remova produtos de limpeza e higiene em casa com produtos químicos, bem como produtos de lavanderia cheios de produtos químicos e perfumados artificialmente, e absolutamente nunca use produtos químicos tóxicos em seu gramado. Reduzir as toxinas ambientais como fragrâncias artificiais e produtos de limpeza domésticos tóxicos e produtos tóxicos para o corpo, beleza e higiene bucal também ajuda muito a reduzir a carga total que você coloca em seu corpo a cada dia.

  • Reduza a carga tóxica corporal total comendo menos alimentos processados ​​e artificiais e mais alimentos saudáveis ​​naturais ricos em antioxidantes.

  • Lave as mãos antes de comer qualquer coisa para remover todos os produtos químicos que pegamos no decorrer do dia, para que você não deixe vestígios deles em sua boca a cada refeição.

  • Suplementos com antioxidantes que podem ajudar a aliviar os radicais livres e os danos oxidativos. N-aceitil cisteína (NAC), glutationa, Vit C, Vit D, CoQ10, ácido afalipóico (ALA), curcumina, ácidos graxos ômega 3, resveratrol e até mesmo melatonina são antioxidantes poderosos e ajudam a retardar ou até mesmo reverter o processo de envelhecimento. Os melhores suplementos da mais alta qualidade do mundo estão todos esperando por você.

  • Não bebe água suficiente? Coloque um sistema de filtragem de água na bancada da cozinha e beba um copo grande toda vez que passar por ele.

  • Não se exercita o suficiente? Comece e termine cada dia com uma caminhada ao ar livre. O movimento diário ajuda a fornecer oxigênio fresco e nutrientes muito necessários para todos os sistemas orgânicos, bem como ajuda na remoção de toxinas e subprodutos residuais. O exercício melhora a saúde e a resiliência do seu corpo.

  • Não dorme bem? Tome medidas imediatas para mudar isso, coloque óculos de bloqueio de luz azul após o jantar e use-os até a hora de dormir, tome melatonina ao anoitecer todas as noites, use uma caixa de luz todas as manhãs para acertar seu relógio interno e até mesmo vá ver seu médico para um estudo do sono para ver se uma máquina CPAP (ou outra intervenção do sono) é certa para você.

  • Precisa perder peso? Participe de aulas online de diminuição de peso para alcançar seus objetivos de uma maneira fácil e edificante.

  • Super estressado?

  • Observe que você está respirando superficialmente? Bastam 3 respirações profundas para aumentar literalmente a função do coração e de outros órgãos internos cruciais. Faça três respirações profundas agora. 

  • Comece a ler livros à noite em vez de assistir TV.

  • Pare de ser multitarefa e deixe seu cérebro se concentrar em apenas uma tarefa por vez.

  • Comece a frequentar a sauna do seu clube todas as semanas para relaxar os músculos tensos e melhorar sua saúde.

  • Junte-se a um grupo de apoio espiritual ou leve a sério a busca de uma igreja, sinagoga ou centro de meditação que pareça certo no momento em que você entrar pela porta.

  • Diminua o uso das redes sociais e converse com seus amigos para marcar um encontro semanal para bate papo.

  • Precisa de um lembrete para incorporar essas rotinas diárias saudáveis ​​em sua vida? Imprima este post e pendure em sua geladeira e transforme a forma como você se trata e dê prioridade à sua saúde.

E assim por diante. Sempre há algo que você pode fazer para se sentir melhor, e cada vez melhor.

É claro para nós que a maioria das pessoas não tem certeza se são eletrossensíveis ou não. E, infelizmente, para a maioria, o médico não perguntou sobre as exposições aos CEM ou levou em consideração as exposições aos CEM ao tratar de questões de saúde.

Então, quando os médicos vão levar a sério o diagnóstico e o tratamento da eletrosensibilidade? Em breve.

Há um grande movimento de médicos que estão se tornando conscientes e claros sobre como o ataque incessante de exposições aos CEM estão afetando a fisiologia do corpo humano. 

O Terracura em breve estará lançando e importando uma vasta linha de produtos para pessoas eletrossensíveis. 

Fonte de conteúdo https://intuition-physician.myshopify.com/

ARTIGOS

ARTIGOS E PROJETOS CIENTÍFICOS

IMG_2676_edited.jpg

Aterramento: implicações para a saúde da reconexão do corpo humano aos elétrons da superfície da Terra.

Earthing: Health Implications of Reconnecting the Human Body to the Earth's Surface Electrons.

Cientista usando microscópio

O Aterramento do corpo humano melhora a regulação do fluxo sanguíneo facial: resultados de um estudo piloto randomizado e controlado por placebo.


Grounding the Human Body Improves Facial Blood Flow Regulation: Results of a Randomized, Placebo Controlled Pilot Study.

IMG_7182_edited.jpg

Estudos mostram o que acontece com o corpo humano quando andamos descalços na Terra.


Studies show what happens to the human body when we walk barefoot on Earth.