top of page

ERA UM
SINAL DO
UNIVERSO

ALGO

ESTAVA PARA ACONTECER

Realmente, o Covid-19 mexeu profundamente em nossas vidas, tanto no aspecto físico, psicológico, financeiro e principalmente no propósito do porquê e para que estamos aqui. E isso, foi o início de uma grande história.

 

Era madrugada enquanto me dirigia para casa ao fim de um expediente de trabalho, e mais uma coisa me incomodava além do estresse e da ansiedade: O tênis que eu estava usando e que tanto gosto parecia querer me enviar uma mensagem. Ele estava me machucando pois sua sola havia rachado.

Eu e minha esposa havíamos combinado que durante a pandemia não poderíamos gastar com nada mais que não fosse essencial. Assim sendo, meu tênis preto favorito que agora estava com a sola rachada não poderia ser trocado. Na verdade eu nem queria já que o adorava, mas vale lembrar que já estava me machucando.

 

No decorrer do caminho, que faço prazerosamente a pé, resolvi tirar o tênis do pé esquerdo, aquele que me incomodava. Logo depois tirei também o tênis do outro pé, já que é um tanto quanto desconfortável caminhar com um pé calçado e o outro descalço, se alguém me visse, ainda mais de madrugada, acharia muito estranha aquela cena. Assim, estava eu caminhando de pés descalços naquela hora da noite.

 

Logo à frente, deparei-me com uma rua de calçamento com pedras irregulares e uma grande faixa de grama que acompanhava a mesma. Naturalmente fui pelo gramado. 

Seguindo naquela grama fresca com um orvalho característico para aquela hora da noite, instintivamente continuei a caminhar naquele verde sem saber o porque, mas com uma sensação muito boa, sentindo uma leveza pairar sobre mim e principalmente com um sentimento de calma e de paz ante o estresse e a ansiedade acumulados durante o dia. Enquanto desfrutava daquela sensação indescritível, como num estalo vi mentalmente a imagem de uma pessoa mais velha em uma cama de hospital, presa àquele lugar e que nunca conseguiria sentir o que eu estava vivenciando naquele momento. Acabada a epifania, cheguei em casa e fui dormir.

 

No dia seguinte, acordei com uma energia diferente, renovado e muito inspirado, porém sem entender tecnicamente o porquê. Quando cheguei em minha empresa, a primeira coisa ao abrir o laptop foi pesquisar “pisar na grama”. Foi como descobrir um tesouro! Estava feito o meu primeiro contato com a Aterroterapia (Grounding-Aterramento), com dezenas de páginas, trazendo explicações técnicas e apresentando o que para mim era um novo  estilo de vida. A Aterroterapia realmente pareceu uma oportunidade de uma nova vida. Era algo que se encaixava com o meu propósito: transformar vidas compartilhando o conhecimento e também com a minha missão de querer produzir produtos sustentáveis e regenerativos de maneira escalável. Foi o gatilho para aguçar ainda mais a minha curiosidade e assim transformar aquele estalo da noite anterior na certeza de poder fazer algo real.

 

A primeira ideia veio em querer levar para as pessoas e para os pets a sensação de se pisar na grama, mas de forma que ocorresse no interior de nossos lares. Não seria difícil simplesmente enviar a grama! Mas, para realmente ser uma terapia efetiva, esta grama teria que ser aterrada mediante uma conexão com fio ligada a uma haste metálica de aterramento, para que a transferência de elétrons ocorresse e assim acontecer o equilíbrio energético com a terra. Porém, não gostaria de cabos de ligação: a ideia é  que tudo fosse simples e com o mínimo de fios.

 

Primeiro obstáculo técnico e como resolvê-lo:

Aí lembrei da conversa que tive uma vez com um rapaz, conversa curta, mas o suficiente para perceber que era mais que um nerd. Era uma pessoa que eu realmente acreditava que poderia solucionar o meu problema, o mesmo tinha todas as credenciais: engenheiro eletrônico, formação no exterior e bem-intencionado. Liguei para o Jonas e contei esta história, que além de compreender, ficou fascinado com a Aterroterapia e com a experiência que tal projeto poderia causar trazer aos seus usuários. Jonas me pediu uma semana de prazo para estudar o que poderia ser feito. Uma semana depois, pontualmente me respondeu:

"Loredan, recriar a condição natural de transferência de elétrons da terra sem o contato genuíno com a mesma não conseguirei reproduzir. Porém, consigo fazer algumas coisas realmente interessantes, como eliminar a energia estática do corpo e, consigo sim criar uma ligação com a terra utilizando conexões seguras, simples e que sejam exclusivas e independentes para o produto."

Nascia aí a patente do primeiro harmonizador energético natural do mundo, recriando a experiência do primitivo, do genuíno e do essencial.      

Sou um contador de histórias, um storyteller por natureza. Gosto muito de conversar e de dividir minhas experiências com aqueles que me cercam. Gostaria muito que você me acompanhasse nos próximos parágrafos, podem ser transformadores. Acredito que a nossa jornada juntos esteja apenas começando. Temos um mundo para transformar e muitas histórias para compartilhar. Aliás, adoraria que cada um de vocês compartilhasse comigo suas experiências e me contasse como a Aterroterapia transforma a sua vida.

 

Continuando, e resolvidos os problemas técnicos, acabamos eu o Jonas nos tornando sócios, e a minha veia empreendedora em querer fazer algo grande, transformador e que extrapolasse nossos horizontes geográficos se juntou à grande capacidade técnica e conhecimento de mundo do Jonas. Novos produtos e novas ideias começaram a surgir e assim a marca Terracura foi criada.

 

Além dos produtos técnicos e científicos, sentimo-nos no dever de agregar ao lado espiritual, completando o que faltava para que realmente nosso movimento pudesse transformar vidas. 

Quase que por coincidência, em um esbarrão de rua e sendo um novo sinal, agregamos ao Terracura o Claudinei, um antigo colega de curso. Com sua capacidade peculiar de entender e executar o Feng Shui Matemático, aprendido na Índia, o Clau apareceu com muitos conhecimentos a compartilhar conosco. Lembrei-me também da Sully, antiga professora de Reiki da minha esposa com a sua serenidade e profunda compreensão das pessoas. Ambos me mostraram, consolidaram e aceleraram o outro caminho: o dos produtos holísticos com grande destaque para o Reiki, a Medicina Ayurvédica e o Yoga.

 

Seguindo os preceitos Ayurvédicos e sustentáveis, contamos com a consultoria de nosso grande amigo Diego. Com a sua vivência de anos junto aos monges, na Índia, ele confere os conhecimentos para todos os produtos Doshas do Terracura que são elaborados e produzidos pela Barão Erva Mate e Chás, esta tendo a Engenheira de Alimentos, Sommelier de Chás e mestre em blends Ana Paula Picolo Slaviero como grande mentora das composições dos melhores chás Ayurvédicos do país, os Chás Terracura Linha Família.  

 

Nossa história não pára por aí. Introduzimos ao Terracura o máximo de fornecedores locais. Vale ressaltar o belo trabalho de uma família italiana, tradicional na arte com o couro, onde o próprio sobrenome diz tudo: Pes! Isso mesmo, é a família Pes que elabora nossos calçados e sandálias condutivas de forma artesanal, peça a peça, e com a maior sustentabilidade possível. Não podemos esquecer do Lucimar, que transforma o melhor do que a madeira pode fornecer de acordo com o design mais apurado de nosso arquiteto João. O trabalho perfeito da Laudi e do Cassiano na confecção de nossos produtos para pets, com escolhas perfeitas de materiais e  tecidos para produzirem os tapetes e mats, também não poderia passar despercebido. Temos ao nosso lado também a Fabrine, com os assuntos relacionados ao Yoga, sempre muito técnica e pontual em suas instruções. São tantos nomes e tantas pessoas que é difícil enumerar e citar todos que fazem parte deste movimento de artistas. Chamo-os de artistas pois não existe outra palavra que descreva tamanha dedicação.

Para finalizar, gostaríamos que, principalmente neste momento em que estamos, que o tempo da pandemia fosse encarado de maneira que aproveitemos da melhor forma os sinais que o Universo está nos mandando. Enxerguemos o copo meio cheio, ou seja, sejamos otimistas. É difícil falar disso neste momento em que muitas pessoas próximas de todos nós e do nosso seio familiar estão indo embora, porém o ciclo continua, a vida continua e precisamos com isso aprender e evoluir.

A geração Z está mais engajada com a Mãe Terra, não só com a sustentabilidade, mas sim com a regeneração de nosso planeta. Contamos com vocês para compartilharem nosso movimento com seus pais, irmãos e que seus filhos venham com mais ímpeto na defesa de nosso propósito. Nós do Terracura, neste delicado momento, vamos nos dedicar principalmente àqueles que precisam de nossa ajuda: os idosos. Na maioria das vezes os mais experientes são esquecidos por todos da sociedade e muitas vezes até mesmo por seus familiares.

 

O Terracura nos conecta ao inesgotável e por isso nunca esqueceremos de ninguém!

04/2020

Já se passaram 4 anos do início desta jornada, muitas coisas mudaram, muito se evoluiu. Produtos e serviços foram criados e também alguns atualizados, o destaque vai para a linha de calçados condutivos que não para de crescer e a Linha Artesano de tecidos condutivos que se tornou um sucesso em todo o Brasil. 

O crescimento é vigoroso e precisamos nos atualizar para atender o mercado interno e também o externo, pois exportações já estão acontecendo principalmente para o México e Portugal. Vislumbramos tantos os condutivos quanto os naturais na casa de todos os brasileiros, com a comunicação de massa principalmente vias redes sociais, as pessoas estão conhecendo melhor o que fazemos e o que nossos produtos podem mudar o seu dia a dia em saúde e bem-estar. 

Conecte-se ao natural você também!

07/2024  

8 (2).jpg

COMO SURGIMOS

A
INSPIRAÇÃO

O Terracura é um movimento ativista humano, seu objetivo é compartilhar um novo estilo de vida, com novos propósitos. Somos porta-voz de grandes artistas, mas com grande destaque para o nosso mestre Clint Ober, um ex-executivo americano da indústria de tv à cabo que é o pioneiro do Grounding no mundo. Clint se propôs a criar um movimento há mais de 20 anos, inspirando muitos outros e com seu corpo de pesquisa, escreveu seu livro: Earthing: A maior descoberta de saúde de todos os tempos! Incluo além dele, como nossa inspiração, Sharon Whiteley e Pam Bard da indústria de calçados e também outros contribuintes para a crescente conscientização sobre o Grounding e seus indiscutíveis benefícios científicos: PhD James Oschman, Dr. Stephen Sinatra, Dr. Deepak Chopra, Dr. Laura Koniver, e Gaetan Chevalier.

unnamed (9) (1).jpg
bottom of page