top of page

BLOG - Doenças e suas curas - Parte 5 - 71 a 101

Hoje compartilhamos as últimas 30 dicas do Manual da Saúde Natural de Dayan Siebra.


Fonte: Manual da saúde natural - 101 chás, plantas e ervas para doenças do dia-a-dia! Descubra o poder oculto da natureza! Dayan Siebra - Ebook Gratuíto.



71) MÁ DIGESTÃO A má digestão (ou dispepsia) é caracterizada por uma dor no abdômen ou outros distúrbios gástricos como enjoos, azia, sensação de estufamento, vômitos, entre outros. Ele pode acontecer, principalmente, pela alimentação, alergia a determinadas substâncias ou reação a determinados medicamentos. O tratamento é com o boldo. O boldo é eficaz para auxiliar no funcionamento do fígado, sendo útil depois de um dia de exageros, excesso de álcool ou consumo de muitos alimentos gordurosos. Isso porque ele tem uma substância chamada lactona, que ajuda na digestão. Ele ainda desincha a barriga e combate os gases por ser um ótimo digestivo. Mas é importante tomar o chá logo após o seu preparo e não adicionar açúcar. Tratamento: Chá. Ferva 1 colher (sopa) das folhas do boldo com 300 ml de água. Deixe abafar por 10 minutos e tome em seguida. Você ainda pode colocar 1 colher (sopa) de erva-doce junto. Tome até 3 vezes ao dia.


72) MENOPAUSA A menopausa é o nome que se dá à última menstruação, que ocorre entre 45 e 55 anos, marcando o fim da fase reprodutiva da vida da mulher. O período que se segue após a cessação da menstruação é chamado de climatério. O tratamento aqui é com a amora. A amoreira é conhecida por regular os hormônios, atuando nos sintomas da menopausa. Esses sintomas são ressecamento, irritação, ansiedade, nervosismo, memória fraca, dores musculares, dores nas articulações, calores e - algumas vezes - suores frios, dores de cabeça, diminuição da libido, dificuldades para dormir, depressão e problemas urinários. Tratamento: Chá. Ferva 1 l de água e desligue o fogo. Adicione 1 colher (sopa) de folhas de amora. Tampe até amornar. Coe e consuma até 3 vezes ao dia.


73) MICOSE A micose ocorre pela infecção causada por fungos e atinge a pele, cabelo e unhas. Na verdade, são fungos que já vivem nesses locais. Eles apenas encontram condições para se proliferar, como calor, umidade e baixa imunidade. A planta a ser utilizada no tratamento é a mostarda. A mostarda possui antioxidantes como glucosinolato, isotiocianato e curcumina. Isso ajuda na regeneração da pele. Tratamento: Uso tópico. Aqueça 150 ml de água, mas não espere ferver, deixe morno. Adicione um punhado de sementes de mostarda e amasse. Aplique sobre a área com micose e deixe agir por 20 minutos. Retire com água morna.


74) NÁUSEAS A náusea pode ser um sinal de que o corpo rejeitou determinado alimento ou qualquer outro distúrbio estomacal. Ainda pode acontecer por reação alérgica a determinadas substâncias, cinetose (náuseas ao viajar de carro ou navio), transtornos hormonais e outras causas. A planta utilizada é a hortelã. A hortelã possui propriedades que ajudam a tratar problemas digestivos como a má digestão, enjôo ou vômitos. É calmante e expectorante. Tratamento: Consumo. Basta pegar 3 ou 4 folhas de hortelã, lavar bem e mastigar.


75) OBESIDADE A obesidade é um mal que vem crescendo a cada ano que passa e que acarreta diversos outros problemas. Ela acontece pelo acúmulo de calorias que não é queimada durante os dias, e vão se acumulando nas células. O tratamento é feito com o hibisco. O hibisco possui compostos antioxidantes, tem ação diurética e pode ser uma grande aliada da perda de peso. Tratamento: Chá. Ferva 500 ml de água e desligue o fogo. Em seguida, adicione 1 colher (sopa) de folhas secas de hibisco. Abafe por 10 minutos e tome frio ou gelado.


76) OLHEIRAS As olheiras podem ser hereditárias ou surgir após uma noite mal dormida. O fato é que em muitos momentos da vida, as olheiras são inevitáveis. Ainda que existam produtos de beleza para amenizar a situação, o bom mesmo é tratar. A planta utilizada aqui é o pepino. O pepino é rico em vitamina E, com propriedades que ajudam a clarear, refrescar e hidratar a pele. Tratamento: Uso tópico. Pegue um pepino cru na geladeira e corte duas fatias. Coloque sobre os olhos fechados e deixe agir por 10 minutos. Você pode fazer isso todos os dias, antes de dormir. Lembre-se que suas olheiras não serão tratadas apenas com pepino - apesar de ajudar muito -, você precisa de tratamento em conjunto com o dermatologista.


77) OSTEOPOROSE A osteoporose acontece com a perda acelerada de massa óssea, que ocorre durante o envelhecimento. Muitas vezes, ocorrendo até mesmo antes dos 30 anos de idade. Ela provoca a diminuição da absorção de minerais e de cálcio. É um mal que atinge preferencialmente as mulheres. A planta para auxiliar no tratamento é a salsa. A salsa é rica em boro e flúor, que ajudam a evitar o desgaste ósseo e a osteoporose. Tratamento: Chá. Lave a salsinha e retire 5 raminhos. Ferva 1 litro de água e, em seguida, adicione as salsinhas e deixe ferver por 5 minutos. Retire as folhas da salsa do líquido usando uma peneira e está pronto. Tome quando amornar até 3 vezes ao dia.


78) PEDRA NOS RINS Cálculos renais ou pedras nos rins são formações endurecidas nos rins ou nas vias urinárias, causadas pelo acúmulo de cristais encontrados na urina. É descrita como a pior dor que um indivíduo pode sentir, e a pessoa ainda corre o risco de expelir as pedrinhas. A planta a ser utilizada nessa situação é amoreira negra. A amoreira negra possui propriedades diuréticas e isso pode ajudar a eliminar as pedras. Tratamento: Chá. Ferva 1 l de água, apague o fogo e adicione ½ colher (sopa) de folhas secas de amoreira negra. Abafe e deixe descansar por 15 minutos. Coe e consuma até 4 vezes ao dia.


79) PELE SECA A pele seca surge por desidratação crônica/aguda, ou quando ocorre um desequilíbrio do nível das glândulas sebáceas, que não produzem uma quantidade satisfatória de oleosidade para lubrificar as áreas. Ela também pode ser consequência de uma série de fatores como a genética, o clima, alterações hormonais, entre vários outros. E o tratamento natural é feito com argila. A argila tem inúmeras propriedades, dentre as quais se inclui a de umedecer e hidratar a pele seca a longo prazo. Tratamento: Uso tópico. Misture em 250 ml de água, 5 colheres (sopa) de pó de argila branca até ficar bem homogêneo. Em seguida, descasque e pique um pepino no meio. Amasse com as mãos até virar uma pasta e aplique no rosto e pescoço e deixe agir por 20 minutos. Você pode usar a máscara 3 vezes por semana.


80) PIOLHOS E LÊNDEAS Ainda que hoje em dia não aconteça na mesma proporção que há uma década, as crianças na pré-escola e primeiros anos acadêmicos surgem com esse problema no cabelo: piolhos. A primeira atitude das mães é raspar o cabelo dos meninos e cortar o cabelo das meninas. Mas existem maneiras naturais de acabar com o mal. A planta a ser utilizada aqui é o eucalipto. O cheiro forte do eucalipto asfixia os piolhos. Em seguida, é só passar o pente fino para eliminar os parasitas. Tratamento: Banho. Para preparar a infusão em casa coloque 2 colheres (sopa) de folhas para ferver em 2 xícaras de água. Deixe repousar por alguns minutos até que a infusão fique morna. Quando estiver morno, aplique na cabeça (é importante que o cabelo esteja limpo). Faça massagens circulares para que o líquido penetre bem nas raízes do cabelo, que é onde os piolhos costumam se alojar e onde colocam as lêndeas (seus ovos). Você pode enxaguar para retirar a infusão ou não.


81) PRESSÃO ALTA A pressão alta é uma doença silenciosa. Quando os sintomas aparecem, a doença já está instalada há muito tempo, comprometendo o funcionamento de vários órgãos. Ela acarreta problemas como infarto e acidente vascular cerebral. O tratamento é feito com erva-cidreira. A erva-cidreira possui propriedades que acalmam e relaxam, reduzindo a pressão arterial significativamente. Tratamento: Chá. Ferva 500 ml de água. Desligue o fogo e adicione 2 colheres (chá) de erva cidreira. Tampe e deixe por 10 minutos. Espere amornar e beba. Não beba mais que 3 xícaras por dia.


82) PROBLEMAS NA VESÍCULA BILIAR A vesícula biliar apresenta seu principal problema quando algo está bloqueando o fluxo da bile. Isso acontece com a presença de pequenas pedras (os cálculos biliares), mas outras causas também podem estar envolvidas. Também pode ser resultado de inflamações, infecções e obstrução do órgão que armazena a bile. A planta a ser utilizada é o dente-de-leão. O dente-de-leão possui uma alta concentração de flavonoides, substâncias encontradas principalmente nas flores e folhas. Elas possuem efeitos antioxidantes e anti-inflamatórios. Tratamento: Chá. Coloque 1 l de água juntamente com 2 colheres (sopa) da erva para ferver. Tampe a bebida e deixe descansar por 10 minutos. Espere amornar, coe e consuma. Não tome mais do que 3 xícaras por dia.


83) PSORÍASE A psoríase é uma doença inflamatória da pele, crônica, não contagiosa, multigênica, que causa lesões avermelhadas e descamativas (normalmente em placas) que aparecem - em geral - no couro cabeludo, cotovelos e joelhos. Não tem cura mas pode ter seus sintomas amenizados. A planta a ser usada é o agrião. O sumo do agrião tem um forte efeito depurativo e elimina toxinas, e é bom para todos os tipos de psoríase. Tratamento: Consumo. Bata no liquidificador 250 ml de água com 7 colheres (sopa) de folhas de agrião. Quando estiver bem homogêneo, pode beber.


84) PÉ DE ATLETA O pé de atleta é uma infecção nos pés causada por fungo. É a doença fúngica mais comum dentre todas as que afetam a pele. A planta a ser usada é a cebola. A cebola fortalece o sistema imunológico, é bactericida e fungicida. Tratamento: Cataplasma. Corte ¼ da cebola e amasse até que extraia o sumo. Aplique o sumo no local da frieira e deixe agir por alguns minutos. Repita 2 vezes ao dia.


85) PÉS RACHADOS Os pés rachados acontecem devido à quebra natural da pele desidratada que com a pressão, acaba cedendo. As fissuras podem ser bastante profundas, chegando até mesmo a sangrar. O tratamento natural é com abacaxi. O abacaxi é rico em água, ajudando a hidratar o corpo. Possui vitaminas, sais minerais e fibras, essenciais para a promoção da saúde. Graças a bromelina (enzima capaz de digerir proteínas), o abacaxi é muito usado como amaciante de carnes. Tratamento: Uso tópico. Quando for se deitar, lave os pés ou tome um banho. Corte duas tiras de casca de abacaxi e coloque em volta dos tornozelos. Coloque meias bem justas e deixe agir durante a noite toda. Lave pela manhã com água morna e repita o procedimento por 4 dias seguidos.


86) QUEIMADURAS As queimaduras acontecem, principalmente, por acidentes caseiros. É preciso muito cuidado para manipular o fogo. A planta a ser utilizada nesse tratamento é a babosa. A babosa é antiinflamatória e calmante. A folha usada deve ser muito bem lavada antes de ser utilizada, para que não contamine a queimadura. Tratamento: Cataplasma. Coloque a folha em um saco plástico na geladeira, se preferir, para ficar mais refrescante. Corte um dos lados da folha, retire o gel e aplique na queimadura. Deixar por uns 15 minutos e enxágue com água fria.


87) REFLUXO GASTROESOFÁGICO O refluxo ácido é uma doença digestiva em que as secreções presentes no estômago voltam pelo esôfago ao invés de seguir o fluxo normal da digestão. Esse movimento é chamado de refluxo e irrita os tecidos que revestem o esôfago, causando os sintomas típicos. A planta a ser utilizada é o gengibre. O gengibre também é ótimo para a digestão porque estimula o sistema digestivo a produzir mais enzimas, diminuindo o tempo que o alimento fica no estômago, evitando o refluxo. Tratamento: Consumo. Em 1 l de água gelada, coloque 5 rodelas finas de gengibre. Consuma durante todo o dia.


88) RESFRIADO é uma infecção viral que infecciona as vias superiores. Existem mais de 200 tipos e os mais comuns são da família do rinovírus, que são bastante contagiosos. Os vírus entram no organismo pela boca, pelos olhos e pelo nariz. O tratamento tem como ingrediente principal o alho. A alicina - um composto com enxofre presente no alho - é responsável por combater efeitos mais comuns do resfriado. Mas ele também possui saponinas e derivados de aminoácidos, que supostamente interferem na redução da carga viral. Tratamento: Consumo. Bata no liquidificador 4 dentes de alho, 2 cebolas pequenas e o suco de 4 limões. Coe e tempere com azeite de oliva. Tome 3 colheres (sopa) a cada hora. Acrescente 5 gotas de própolis em cada colher.


89) RESSACA A ressaca é causada pelo excesso de álcool e geralmente surge no dia seguinte, causando dor de cabeça, vômito e enjôo. Uma ótima maneira de curar a ressaca é com o gengibre. O gengibre é anti-inflamatório, auxilia na digestão e alivia incômodos gastrointestinais. Tratamento: Chá. Corte um pedaço com cerca de 5 cm de gengibre em fatias bem finas e coloque para ferver junto com 1 ½ xícara de água. Quando levantar fervura, abaixe o fogo e deixe cozinhar por 5 minutos. Desligue o fogo e tampe por cerca de 2 minutos. Quando estiver morno, coe e beba. Não beba mais do que 3 porções dessa por dia.


90) ROSÁCEA É uma doença inflamatória crônica da pele. O mal se manifesta principalmente no centro da face, mas pode chegar nas bochechas, nariz, testa e queixo. Afeta mais os adultos entre 30 e 50 anos e por mais que as mulheres sejam mais suscetíveis, os homens desenvolvem as formas mais graves da enfermidade. A planta a ser utilizada é a cúrcuma. Ela possui propriedades anti-inflamatórias e deve ser consumida com frequência. Tratamento: Consumo. Não é recomendado aplicar diretamente sobre a pele, mas você pode colocar em pratos, sopas e onde desejar para que o consumo ocorra naturalmente.


91) RUBÉOLA A rubéola é uma infeção causada pelo vírus da rubéola. A doença é geralmente rápida e metade das pessoas infectadas sequer percebe que está infectada. Cerca de duas semanas após a exposição ao vírus, pode ser que apareça uma mancha ou erupções cutâneas com a duração de três dias A planta a ser utilizada é o agrião. O sumo do agrião tem um forte efeito depurativo e elimina toxinas, e é bom para tratar a rubéola. Tratamento: Consumo. Bata no liquidificador 250 ml de água com 2 colheres (sopa) de folhas de agrião. Quando estiver bem homogêneo, pode beber.


92) SALMONELLA A Salmonella é uma bactéria que possui duas espécies capazes de causar doenças em humanos: S. enterica e S. bongori que podem causar dois tipos de doença. Depende do sorotipo: salmonelose não tifóide e febre tifoide. Os sintomas da salmonelose não tifóide podem ser bastante desagradáveis, mas a doença geralmente é autolimitada entre pessoas saudáveis (embora possa levar à morte em alguns casos). A febre tifoide é mais grave e tem uma taxa de mortalidade maior que a salmonelose não tifoide. O tratamento complementar é feito com gengibre. O gengibre é uma raiz com reconhecidas propriedades medicinais que podem ser utilizadas no tratamento da infecção intestinal. Possui ação antiviral e antibacteriana que ajuda o corpo a combater a infecção. Além disso, regula o intestino e alivia a inflamação da mucosa do intestino, reduzindo a dor e o inchaço. Tratamento: Consumo. Coloque 2 cm da raiz de gengibre descascada e amassada em um liquidificador e adicione 200 ml de água. Bata tudo e coe. Por fim, beba pelo menos 3 vezes por dia.


93) SINUSITE A sinusite é uma inflamação da mucosa dos seios da face (cavidades nos ossos da face cheias de ar). A doença pode ser resultante de uma infecção, quadro alérgico ou qualquer fator que atrapalhe a drenagem da secreção. A planta a ser utilizada é o espinafre. O espinafre possui ação anti-inflamatória e descongestionante, e ajuda a eliminar secreções. No entanto, ele não substitui o tratamento para a causa da sinusite. Tratamento: Consumo. Bata no liquidificador 250 ml de água com um punhado de folhas de espinafre. Deixe a mistura ficar homogênea e consuma em seguida. Não tome mais que 1 copo por dia.


94) TABAGISMO O tabagismo é o ato de se consumir cigarros ou outros produtos que contenham tabaco, cuja droga ou princípio ativo é a nicotina. É um problema grave e de interesse de todos. O tratamento natural aqui é feito com o agrião. O sumo do agrião tem um forte efeito depurativo e elimina toxinas, e é bom, inclusive, para tratar a rubéola. Tratamento: Consumo. Bata no liquidificador 250 ml de água com 2 colheres (sopa) de folhas de agrião. Quando estiver bem homogêneo, pode beber.


95) TENDINITE A tendinite é a inflamação, lesão e inchaço de um tendão, que provoca dores. É uma condição limitante, em muitos casos, proibindo até mesmo a pessoa de trabalhar. O tratamento complementar é feito com alecrim. O alecrim possui propriedades anti-inflamatórias e analgésicas, e ajuda a aliviar dores como artrite e tendinite. Tratamento: Uso tópico. Amasse algumas folhas de alecrim em um pilão e adicione 1 colher (sopa) de azeite de oliva até formar uma pasta. Umedeça uma gaze, coloque no local dolorido e faça 20 minutos de massagem - sempre trazendo de longe para perto do coração.


96) TENSÃO MUSCULAR A tensão muscular pode acontecer por desgaste físico ou emocional, exagero nos treinos de força, torções, entre outros. O tratamento natural é feito com pimenta caiena. A capsaicina da pimenta caiena é um relaxante muscular natural e analgésico. Tratamento: Uso oral. Prepare uma mistura de 1 colher de chá de pimenta caiena com 2 colheres de sopa de azeite de oliva e jogue sobre o seu almoço.


97) TENSÃO PRÉ-MENSTRUAL A tensão pré-menstrual é o período difícil para a vida de muitas mulheres, período esse que vem antes da menstruação. Nessa fase, podem aparecer sintomas psicológicos e físicos que podem desaparecer no primeiro dia da menstruação e, em algumas mulheres, somente com o fim a mesma. O tratamento natural é feito com amora. O chá de amora melhora a circulação, é fonte de antioxidantes que reduzem a inflamação e ajudam a diminuir as cólicas e dores abdominais. Você pode começar a consumir 3 ou 4 dias antes da menstruação chegar. Tratamento: Chá. Ferva 250 ml de água e, em seguida, desligue o fogo e adicione 1 colher (sopa) de folhas de amora. Deixe descansar por 10 minutos. Quando amornar, coe e beba 2 xícaras por dia.


98) TERÇOL O terçol é um caroço que aparece no olho. É avermelhado e doloroso e normalmente aparece no canto interno ou externo da pálpebra inferior ou superior. Parece uma espinha e geralmente possui pus. O tratamento natural é feito com O cravo-da-índia possui propriedades analgésicas que diminui a irritação do olho. Também é bactericida. Tratamento: Via oral. Receita: ● 1 colher se sopa de gengibre ralado ● 1 litro de água ● 1 colher de sopa de cravo Ferva a água. Assim que ferver, coloque 1 colher de sopa de cravo e outra de gengibre em pó e deixe abafado por 10 minutos. Beba 15 minutos antes do café e do almoço. Não use antes do jantar, caso contrário, não irá dormir à noite.


99) TOSSE Tosse é um reflexo natural do aparelho respiratório quando se inicia um processo irritativo. Esse reflexo é positivo pois ajuda a expulsar secreções ou corpos estranhos. Existem dois tipos de tosse: a tosse seca e a tosse “carregada”. É a presença ou não de muco que estabelece a diferença. O tratamento natural é feito com guaco. O guaco possui uma potente ação broncodilatadora e expectorante. Tratamento: Chá. Ferva 500 ml de água e após apagar o fogo, adicione 8 folhas de guaco. Tampe e deixe abafar por cerca de 15 minutos. Coe o chá e beba de 3 a 4 colheres do chá por dia. Pode ser de 8 em 8 ou de 6 em 6 horas.


100) UNHA ENCRAVADA Dor e vermelhidão no canto da unha indicam que está encravada e normalmente você deverá procurar ajuda profissional. Como tratamento complementar, o ideal é utilizar tomilho. O tomilho ajuda a combater as inflamações, as infecções e alivia a dor, por isso é eficaz para tratar as unhas encravadas. Tratamento: Compressa. Coloque 250 ml de água e 2 colheres (sopa) de tomilho. Deixe levantar fervura e aguarde mais 5 minutos. Espere amornar, utilize um pano limpo, umedeça na infusão e aplique sobre a unha encravada. Deixe agir por 10 minutos em cada aplicação. Repita 3 vezes ao dia. Se os sintomas não desaparecerem, procure um cirugião plástico para avaliar a possibilidade de correção cirúrgica.



101) VERRUGAS Verruga é uma manifestação comum de várias doenças. Podem acontecer em variadas região do corpo. Pacientes imunodeprimidos são os mais acometidos. Verrugas são tumores benignos causados por agentes como o papiloma vírus humano (HPV). O tratamento será feito com alho. O alho é um antibiótico natural, anti-inflamatório e promove uma limpeza no organismo. Corte um dente de alho ao meio e passe sobre a verruga. Em seguida, coloque uma tira de esparadrapo sobre a verruga, repetindo o procedimento por cerca de dez dias.



AVISO IMPORTANTE: Todos os tratamentos aqui mencionados podem ser utilizados pela maioria das pessoas. Entretanto, se você está grávida, amamenta, possui problemas renais, diabetes, inflamações gastrointestinais, possui doenças crônicas ou condições que exijam maior atenção, antes de utilizar qualquer um destes tratamentos, converse com seu médico. Alguns deles possuem alertas por se tratar de plantas que possuem propriedades que reconhecidamente não devem ser utilizadas por determinados grupos. Mas nunca deixe de comunicar seu médico.

14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Opmerkingen


bottom of page