top of page

BLOG - Doenças e suas curas - Parte 2 - 11 a 30

Atualizado: 10 de fev. de 2022


Hoje compartilharemos mais 20 doenças, suas curas e dicas do Manual da Saúde Natural de Dayan Siebra. Acompanhe nossos post para as próximas!


11) BAIXA LIBIDO O sexo é importante para a saúde física e mental e quando ocorre a perda da libido (normalmente por baixa de hormônios), muitos problemas como não aceitação e baixa autoestima podem ocorrer. Também pode ocorrer por problemas emocionais, depressão, estresse contínuo, preocupação e a idade que chega. A planta a ser usada aqui é a erva-de-são-joão. A erva-de-são-joão também é conhecida como catinga-de-bode e camará-opela, catinga-de-borrão, celestina, erva-de-santa-luzia, mariapreta e picão-roxo. Suas propriedades relaxantes controlam os desequilíbrios do sistema nervoso e por isso é benéfica para questões sexuais. Principalmente as ligadas ao estresse. Tratamento: Chá. Coloque 1 colher (sopa) de erva-de-são-joão em 250 ml de água fervente e cubra a infusão. Deixe descansar por 10 minutos, coe e pode beber quando amornar. Tome a xícara antes de dormir.


12) BICHO GEOGRÁFICO O bicho geográfico é um parasita que penetra no corpo através de feridas ou apenas contato com a pele. Normalmente são encontradas em locais que possuem fezes de cães e gatos. O bumbum e os pés são os mais atingidos pelas larvas, que causam vermelhidão, coceira e inchaço. É necessária a intervenção farmacêutica. Mas o tratamento caseiro será de grande auxílio. A planta a ser usada aqui é a arruda. A arruda possui propriedades antiparasitárias e pode ser aplicada na região da coceira junto com compressas de gelo. Tratamento: Tintura. Coloque 300 g de folhas de arruda e 1 l de álcool de cereais. Deixe descansar por um dia e guarde em um recipiente de vidro, em local fresco, com sombra e seco. Aplicar até três vezes por dia.


13) BRONQUITE Bronquite é a inflamação da mucosa dos tubos brônquicos, que transportam o ar de fora pra dentro e vice-versa. Ela pode ser aguda ou crônica e a planta para o tratamento é o eucalipto. O eucaliptol e citronelol que existem na planta deixam as secreções mais fluidas e dilatam os brônquios, enquanto os taninos reduzem a quantidade de muco. Tratamento: Chá. Coloque 300 ml de água para ferver. Quando levantar fervura, adicione 1 colher (sopa) de folhas de eucalipto picadas na hora. Cubra a xícara e deixe descansar por 10 minutos. Beba quando estiver morna. Consuma, no máximo, 2 vezes ao dia.


14) BROTOEJA A brotoeja é bastante comum nos bebês. Se trata de uma dermatite inflamatória causada por uma obstrução que impede que o corpo transpire. Elas aparecem no calor ou quando se usa muitas roupas. A planta a ser usada, nesse caso, é a babosa. A babosa contém ácido fólico, cálcio e vitaminas que possuem propriedades cicatrizantes, regeneradoras, hidratantes, antiinflamatórias e que nutrem. Tratamento: Compressa. Corte 2 folhas de babosa e com a ajuda de uma colher, extraia seu sumo. Coloque em um recipiente, umedeça uma toalha com o sumo e aplique sobre as brotoejas.


15) CANDIDÍASE A candidíase é uma inflamação causada por um fungo. Muitas mulheres e homens já enfrentaram ou enfrentarão o quadro. As plantas a serem utilizadas são hortelã e camomila seca. A hortelã é antibacteriana, antifúngica e anti-inflamatória, enquanto o camomila equilibra o pH da vagina, evitando a proliferação dos microrganismos. Tratamento: Banho. Coloque 500 ml de água para ferver junto com 5 folhas de hortelã e uma colher (sopa) de camomila seca. Você pode acrescentar 10 gotas de própolis na infusão. Depois que ferver, deixe abafar até esfriar e lave a região afetada pela candidíase.


16) CASPA A caspa é o processo de descamação do couro cabeludo e é bastante incômoda. É comum tanto em homens, como em mulheres. O remédio natural aqui é o limão. O limão é cítrico, sendo um higienizador e purificador potente. Ele desinfeta e remove grande parte das impurezas do cabelo. Tratamento: Banho. Exprema 1 limão em 150 ml de água. O bagaço do limão deve ser esfregado no couro cabeludo por cerca de 3 minutos. Então jogue a água com limão no couro cabeludo e deixe agir por 10 minutos. Para retirar, prefira a água fria, já que a quente aumenta a produção da seborreia. E lembre-se de lavar muito bem todo o corpo pois o limão pode causar manchas na pele, se você entrar em contato com o sol.


17) CELULITE A celulite afeta em maior número as mulheres e acontece quando o tecido gorduroso sofre alteração juntamente com a microcirculação. Isso aumenta o tecido fibroso e gera essas ondas na pele. O remédio natural aqui é a cavalinha e hamamélis. Enquanto a cavalinha é desintoxicante, a hamamélis ajuda na eliminação dos líquidos. Tratamento: Chá. Ferva 1 colher (sopa) de cada erva em 300 ml de água. Desligue e cubra a infusão por 15 minutos. Quando estiver morna, coe e beba. Não beba mais que 3 ou 4 xícaras por dia.


18) COLITE ULCERATIVA Colite ulcerativa é uma complicação no sistema gastrointestinal que afeta, principalmente, o cólon. Essa inflamação pode ocorrer por vírus, bactérias, fungos e principalmente causas emocionais. A planta para essa condição é o gengibre. O gengibre é anti-inflamatório, bactericida e antiviral. Tratamento: Chá. Corte um pedaço com cerca de 5 cm de gengibre em fatias bem finas e coloque para ferver junto com 1 ½ xícara de água. Quando levantar fervura, abaixe o fogo e deixe cozinhar por 5 minutos. Desligue o fogo e tampe por cerca de 2 minutos. Quando estiver morno, coe e beba. Não beba mais do que 3 porções dessa por dia.


19) CONJUNTIVITE A conjuntivite é a inflamação da membrana que reveste os olhos. Mais comum nas estações mais frias. A planta a ser usada é a camomila. A camomila possui propriedades calmantes que aliviam o inchaço, ardência, coceira e vermelhidão. Tratamento: Compressa. Coloque 1 xícara de água para ferver. Quando levantar fervura, coloque 1 colher (sopa) de camomila e deixe a infusão tampada por 5 minutos. Umedeça uma toalha com o chá e aplique sobre os olhos ainda morno. Deixe cerca de 10 minutos. Repita 3 vezes ao dia.


20) CONSTIPAÇÃO A constipação é identificada quando a pessoa tem menos de três evacuações na semana. Mas tem gente que pode sentir a constipação se não usar o banheiro todos os dias. As fezes ficam duras, secas e podem machucar o orifício anal. A planta a ser usada é o sene. O sene é um dos laxantes mais conhecidos dos tratamentos naturais. Ela contém glicosídeos, que estimulam o sistema digestivo. Tratamento: Chá. Esquente 150 ml de água. Quando ferver, adicione uma colher (chá) de sene. Desligue e deixe abafar por 10 minutos. Tome, no máximo, 2 vezes ao dia.


21) CONTUSÕES A contusão acontece através de um impacto ou golpe e causa dilaceração ou ruptura do nervo, músculo e/ou pele. É um traumatismo que merece atenção. O tratamento natural é com a arnica. A arnica tem uma forte ação anti-inflamatória, é analgésica e tem ação cicatrizante (graças a helenalina). Tratamento: Tintura. Misture 100 g de folhas de arnica, ½ l de água e ½ l de álcool de cereais. Tampe e deixe em um local arejado e com sombra durante 15 dias. Coe e coloque em um vidro escuro. Quando acontecer uma contusão, aplique diretamente no local de 6 em 6 horas. A aplicação deve ser somente sobre a pele.


22) CORTES E ARRANHÕES Essas são lesões comuns e acontecem quando a camada externa da pele sofre arranhões, raspadas, fricções e outras situações que podem agredí-la. O tratamento é com babosa. A babosa possui propriedades regeneradoras e funciona como um antioxidante natural. É anti-inflamatória e estimula a produção de colágeno. Tratamento: Cataplasma. Corte um pedaço da folha da babosa (algo em torno dos 5 cm) e extraia o sumo da planta. Aplicar diretamente sobre o local e deixar até secar.


23) CÁLCULO NA VESÍCULA BILIAR Essa condição é caracterizada por pequenas pedras que se formam na vesícula biliar, causando vômito, má digestão, dores e outros sintomas. A planta a ser usada no tratamento é a beladona. (Lembrando que a mesma não irá eliminar os cálculos, mas sim apenas conseguir uma melhora nos sintomas dolorosos, enquanto o paciente procura um tratamento mais eficaz, como um protocolo para eliminação dos cálculos de forma natural ou até mesmo a cirurgia). A beladona possui propriedades carminativas, calmantes, antiespasmódicas e amargas. Tratamento: Tintura. Coloque 100 g da planta em ½ l de álcool de cereais. Deixe descansar por 1 noite e tome de 30 a 40 gotas em meio copo de água, todos os dias.


24) CÂIMBRAS Ela acontece de um momento para outro e é bastante dolorida. Costuma acontecer com maior frequência em pessoas que praticam esportes e em pessoas portadoras de varizes nas pernas. A câimbra é uma contração involuntária de um ou mais músculos e causas espasmos dolorosos. Costuma durar menos de um minuto, por sorte. A planta recomendada para evitar essas situações é a erva-cidreira. A erva-cidreira ajuda a acalmar as tensões musculares e isso, por si só, reduz significativamente as desagradáveis contrações. Tratamento: Chá. Coloque 300 ml de água para ferver. Quando levantar fervura, coloque 3 colheres (sopa) das folhas da erva-cidreira. Pode ser fresca ou seca. Deixe a infusão tampada por 10 minutos. Quando amornar, pode tomar. Não tome mais do que 2 xícaras por dia. A erva-cidreira reduz a pressão arterial. Se você tiver pressão baixa, tome e veja como se sente.


25) CÓLICA INTESTINAL Seja por ter comido algo que fez mal, pela ingestão de determinados remédios ou por reação a diversas outras condições, a cólica intestinal é bastante comum, mas não menos incômoda por isso. Como as cólicas podem ser causadas por tantos motivos, é importante procurar um médico se a cólica intestinal for persistente. No entanto, uma cólica ou outra pode - a princípio - ser tratada em casa. O remédio natural a ser usado é o anis estrelado. O anis estrelado tem propriedades antibacterianas, carminativas, diuréticas, odontálgicas, estimulantes e ainda protege o estômago. Tratamento: Chá. Coloque 200 ml de água para ferver. Quando chegar no ponto de ebulição, desligue o fogo adicione 2 estrelas de anis. Deixe a infusão coberta por 10 minutos. Tome quando amornar. Não se deve tomar mais do que 1 xícara por dia.


26) CÓLICA MENSTRUAL A cólica menstrual acontece durante a menstruação porque o útero se contrai pra expulsar o endométrio que deve ser descartado quando não ocorre a gravidez. Essa dor normalmente irradia para as pernas e para a coluna, sendo uma verdadeira tortura para muitas mulheres. A planta a ser usada nessa situação é o alecrim. O alecrim possui propriedades analgésicas e é reconhecidamente eficaz contra as dores das cólicas menstruais. Tratamento: Chá. Ferva 1 xícara (chá) de água, então coloque 1 colher (sobremesa) de alecrim. Deixe até amornar, coe e pode beber. Esse chá pode ser tomado a cada 3 horas, para aliviar as cólicas.


27) DEGENERAÇÃO MACULAR A mácula é um tecido que faz parte da retina, e é responsável pela visão ser nítida. Mas ela pode sofrer deteriorações, tornando a visão embaçada. Isso acontece com a idade e é possível (em alguns casos) prevenir com a natureza. A planta a ser utilizada aqui é o açafrão. O açafrão é rico em antioxidantes, o que proporciona oxigenação ao corpo e evita a morte das células. Exemplo desses antioxidantes é o safranal, composto responsável pelo aroma do açafrão e que acredita-se que seja derivado do carotenoide zeaxantina, presente nesse vegetal. Tanto o safranal como a zeaxantina reduzem a degeneração das células e melhora o trabalho dos vasos sanguíneos dos olhos e da retina. Tratamento: Chá. Coloque 250 ml de água para ferver. Quando chegar ao ponto de fervura, coloque 1 colher (chá) de açafrão. Assim que conseguir, pode tomar. Ele é amargo e pode ser que estranhe a princípio. Mas todos os benefícios fazem valer a pena.


28) DEPRESSÃO A depressão é um dos grandes males do século, atinge e incapacita milhões de pessoas no mundo. Ela tira a vontade de realizar tarefas, principalmente as que as pessoas faziam com facilidade, como sair de casa, acordar mais cedo ou mesmo sorrir. É uma doença psiquiátrica, crônica e que pode durar uma vida inteira. Ela causa tristeza profunda, amargura, desencanto, pessimismo, baixa autoestima e culpa. O tratamento natural aqui é com a A papoula possui um alto teor de alcaloides, o que a torna eficaz no tratamento complementar da ansiedade e depressão moderadas. Mas não esqueça de sempre conversar com seu médico. Tratamento: Chá. Ferva 250 ml de água. Quando atingir o ponto de ebulição, coloque 1 colher (sopa) de flores de papoula e deixe a infusão tampada por 10 minutos. Quando amornar, pode tomar. Isso pode se repetir até 3 vezes ao dia.


29) DERMATITE DE CONTATO A dermatite de contato acontece quando a pele reage com inflamações a determinados agentes que causam irritação ou alergia. Erupção cutânea, coceira, vermelhidão e descamação costumam aparecer, mas não é contagiosa ou perigosa. A planta a ser utilizada é tanchagem. A tanchagem é adstringente, cicatrizante, analgésica, desintoxicante e anti-inflamatória. Mas lembre-se que jamais deve deixar a opinião e o tratamento médico de lado. Tratamento: Lavagem. Ferva 1 l de água e, em seguida, desligue o fogo e coloque 3 colheres (sopa) de folhas de tanchagem. Tampe e deixe até esfriar. Coe e lave a região com a dermatite. Você pode repetir o tratamento de 1 a 3 vezes ao dia.


30) DIARREIA A diarreia acontece, normalmente, por algum tipo de intoxicação alimentar ou condições que resultam nela. Trata-se de um aumento na quantidade de fezes, normalmente aquosas ou pouco consistentes. O grande perigo da diarreia é a desidratação. A planta a ser utilizada nesse tratamento é a hortelã. A hortelã possui propriedades analgésicas, antiespasmódicas e analgésicas sendo, assim, uma excelente opção para tratar a diarreia. Tratamento: Chá. Ferva 300 ml de água. Após chegar no ponto de fervura, desligue o fogo e adicione cerca de 10 folhas frescas de hortelã. Se for folhas secas, coloque 1 colher (sopa) bem cheia. Deixe abafar por 10 minutos e tome quando amornar. Você pode repetir essa ação de 3 a 4 vezes por dia.


AVISO IMPORTANTE: Todos os tratamentos aqui mencionados podem ser utilizados pela maioria das pessoas. Entretanto, se você está grávida, amamenta, possui problemas renais, diabetes, inflamações gastrointestinais, possui doenças crônicas ou condições que exijam maior atenção, antes de utilizar qualquer um destes tratamentos, converse com seu médico. Alguns deles possuem alertas por se tratar de plantas que possuem propriedades que reconhecidamente não devem ser utilizadas por determinados grupos. Mas nunca deixe de comunicar seu médico.


Fonte; Manual da saúde natural - 101 chás, plantas e ervas para doenças do dia-a-dia! Descubra o poder oculto da natureza! Dayan Siebra - Ebook Gratuíto.



20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page